_______________________________________E se esvai no momento seguinte...

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

E eu achei um trevo da sorte...

[Aviso: Este texto será submetido a revisão algum dia, portanto não reclame]
Era mais um dia relativamente comum na vida de Aline [sim, eu!], acordei mais ou menos na hora certa, fui trabalhar, li um pouco, almocei. Aproveitei que minha irmã ia na auto-escola e fiz a minha matrícula de carro-moto, voltei a trabalhar, o pessoal veio para tirar todas as cadeiras e mesas alugadas e nós ficamos sem onde sentar. Enfim dispensados fui ao banco, no caminho liguei para ele mas ele não atendeu, no banco paguei a taxa do Detran, liguei pra ele e ele estava ocupado. Fui ao supermercado e caminhei até a auto-escola, entreguei o comprovante de pagamento da taxa e quando eu estava saindo, ele ligou eu sentei numa calçada ao lado da auto-escola e enquanto conversávamos achei um trevo de quatro folhas e como eu verei ele logo achei que nada era mais justo que entregar o trevo de presente [num invólucro de plástico ;D], conversamos alguns alegres e sublimes minutos [que eu estenderia por HORAS fácil...]. Fui pro Terminal, peguei o ônibus e rumei até o centro. Chegando lá, no caminho até o Shopping Mueller eu comprei uma carteira nova, passei na Livrarias Curitiba onde cumprimentei meus ex-colegas de trabalho e me dirigi ao piso do cinema, comprei meu ingresso e fiquei lendo Brisingr até a hora da Andressa chegar. Assisti o penúltimo filme do Harry Potter, e posso dizer? Tesão de filme! Recomendo!

=*

Nenhum comentário:

Postar um comentário