_______________________________________E se esvai no momento seguinte...

domingo, 23 de outubro de 2011

Mergulho dentro do abismo...

Abismo este que existe dentro de mim. E eu não vou sair...

Overdose de sentimentos confusos. Eu só sei que quando você está longe eu me sinto perdida, tenho medo de mim mesma, tenho medo de te magoar.

Tenho medo de não conseguir continuar com todos os fardos que escolhi carregar. Tá difícil. E eu não quero ajuda de quem diz uma coisa e faz outra. E eu não quero pedir ajuda...

Estou estressada, não sei se vou aguentar. Eu sei que nenhum fardo é dado a você que você não possa aguentá-lo. Mas eu sinceramente não sei se aguento por muito tempo. Estou a beira de surtar, de pirar. E a única pessoa que eu sei que eu posso desabafar e sei que posso contar todos os meus podres é você. Por favor, nunca mude isso!

Vou me afogar dentro de mim, e só saio de lá quando todo a água do meu choro me limpar...

=***

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Cinco mil novecentos e vinte e nove.

Hey ya!

Venho por meio desta expressar meus sentimentos a respeito do tempo passado recente.

Eu quero ficar solteira, eu não quero me envolver com alguém que eu me arrependa, pois eu me arrependi de ficar com uma certa pessoa, devido à falta de caráter da pessoa, me arrependi do nível que eu não queria nem ter conhecido ele. Desde então tenho estado de mal com o "amor" e quando isto acontece as polaridades se invertem, e eu que me apego fácil geralmente suprimo isto dentro de mim [ou tento].

Eu realmente não quero perder o controle por causa de um sentimento viciante. Eu realmente me apego fácil, sério. Por isso talvez eu esteja passando esta imagem de "fácil". Eu quero todos e não quero nenhum. [Apesar que esta situação está se invertendo de volta]


Enfim, pensamentos a parte eu estou completamente de cara, quero ficar na minha e foda-se que tô carente, foda-se que tô precisando da atenção principalmente dos amigos-as... Se quiser ir pra longe de mim: NÃO TEM PROBLEMA! VAI!

Eu sinto saudades dos amigos de outrora aqui do politécnico, sinto saudade de todo um tempo que não volta. RPG e bagunças no poli. Pessoas pra contar e pessoas pra almoçar junto. Sinto saudades do pessoal: Pati, Cinthia, Rubia, Eros, Flubber, entre outros...

Enfim, é isso aí pessoal!

=***