_______________________________________E se esvai no momento seguinte...

sábado, 31 de janeiro de 2009

*.*Cama elásticaaaaaaaa!!! x.x

Festinha depois do trampo e ficamos pulando numa cama elástica lá no colégio.

Foi muito bom, eu me senti criança de novo! *.*

Nossa, meche com tooooooooooooooooooooooooooodooooooooooo o abdômen! A gente também jogou vôlei, comemos. Muito bom! =D~

=*

domingo, 25 de janeiro de 2009

A vida é tensa...

Mas a gente supera!

Estou com a consciência tranquila de que não fiz nada FODA que eu possa me arrenpender muito depois. Em um momento você está tão sozinha que o mundo não parece um lugar legal, é apenas mais um lugar. E de repente, você se sente tão feliz, que vira uma espécie de "droga", e você vicia. Fazia tempo que você não se sentia tão viva, e, você chega a conclusão: estou apaixonada. E é aí que entra a parte ruim da história, você não pode fazer nada, não dá. Então você segura, resiste, é o mais forte que consegue, mesmo que você tenha que passar por cima do que você mais deseja. É pelo respeito, pela integridade, pela moral e honra, pelo que eu acredito que eu me mantive onde estou: no limite. E de onde eu me retiro, pra voltar a ficar susse.

No fim, eu sabia que eu era o lado mais frágil da história, e que se alguém iria ficar onde estava, era eu. Foi apenas uma piração de um tamanho gigante! Mas agora eu tenho forças pra cessar essa sucessiva crise de razão-EMOção [entre razões e emoções a saída é fazer, valer a pena...hfdushfdufhaudsf] . A razão venceu, mais uma vez, ela quase sempre vence. [K.O Razão WINS!]

Se nada for extraído de lição, dessa pira toda. Então não valeu a pena. Pelo menos eu sinto que eu conseguiii me sair melhor dessa vez, mesmo que o que eu tenha sentido, tenha sido muito mais forte do que a pira de 3 anos atrás. Foi uma prova de fogo/vulcão/boss. Foi tenso. Eu queria ter conseguido desistir antes. Fucking shit!

Por que eu tenho que complicar sempre? Por que eu não posso escolher de quem eu vou gostar? Por que eu tenho que me sentir culpada por uma coisa que já passou há tanto tempo? É por isso que eu estou assim, é a culpa, eu nunca me perdoei por ter desistido daquele jeito, eu nunca me perdoei por não ter te procurado direito, sempre me senti culpada por não ter dado certo contigo, sempre me senti culpada por você nunca ter falado que me amava. Dizem que o passado é a projeção do presente, mas até quando? Até quando eu tenho que ficar nesta auto-punição? Até quando eu vou ficar fugindo de você? Vire e mexe eu sempre volto neste ponto, por que? Porque eu te amava e me odiava, por ter feito o que fiz. Eu errei. E errei feio. Eu não queria terminar, eu queria um tempo, e eu não queria que ficasse essa folia de terminar e voltar. 7 meses é tempo pra caramba, ainda mais quando você vê a pessoa todo dia, ainda mais quando falta intimidade mesmo se vendo tanto, ainda mais quando você não sabe o que fazer.

Eu fugi de você, mesmo quando eu te procurava. Eu me acabei. Eu fiz coisas que eu não tinha feito. Eu quis que você voltasse, mas eu não queria ter que pedir. Eu quis sumir. Eu quis desaparecer. Eu quis que o mundo caísse. Quis perder a memória. Eu me isolei. Eu me expandi. Eu entrei em sucessivas crises. Eu não queria mais alguém que não fosse você perto de mim. Eu chorei, e como chorei. Eu fiquei triste. Eu fiquei mal. Só falava em você. Só queria você perto de mim. Era como se de repente eu tivesse acordado num pesadelo. Por que você sempre foi meu sonho, desde a vez que eu vi sua foto, desde a vez q vi pela primeira vez seu sorriso, desde quando se tornamos amigos. Eu pudia falar de todos os outros, mas de quem eu mais queria falar era de você, quem eu mais queria do meu lado, era você. Mas eu sabia, que eu não tinha chances, então, eu fiz minha chance. E estraguei tudo. A culpa que sinto sempre foi muito grande. Eu te amei tanto, eu terminei contigo te amando. E continuei te amando por um bom tempo. Quando a gente conversou, e eu pedi pra voltarmos a ser amigos, que eu ia chegar na parte mais tensa, que meus olhos se encheram de lágrimas [igual agora] e você me atacou pra se proteger, que eu entendi que você pode nunca ter falado nada. Mas você sempre me disse o que eu queria ouvir, só que eu não conseguia entender. Porque você é diferente DEMAIS de mim. ''O oposto que me completa." foi uma das frases que utilizei algumas vezes. É por isso que procuro alguém que eu consiga entender, alguém parecido comigo. Alguém que eu olhe e já saiba tudo o que está pensando. Alguém que eu entenda.

O passado realmente influencia demaaaais! Mas não pode ser descrito como o "destino definitivo do futuro". Eu ainda quero ser feliz, não é? Então porque eu me preocupo TANTO com os outros? Por que eu faço o que gostariam que fizessem por mim? Porque eu faço a minha parte.

Eu sinto que perdi muito mais do que poderia perder. Não quero entrar em crise de novo. Cada novo sonho é uma nova perda. Não devia ser assim. Por que eles podem ser felizes e eu não?
Não queria estar escrevendo isso. Mas é assim que eu me sinto. E tudo isso é culpa minha. Quem mais pode ser? O Bozo? Pqp, é a minha vida! E eu tento fazer feliz a dos outros. Devo ter sido um carrasco na minha vida passada =P hahahhahdsda

Eu quero apenas que tudo isso passe. De uma vez por todas. Que quando eu olhe, eu consiga enxergar um futuro que eu queira. Não essa gama finita de pensamentos baixos e condicionados. A vida não pode ser tão vil assim. Não é um conto de fadas, isso eu já sei. Mas não pode ser um mar de angústias e mágoas.

Mais uma vez eu quero fugir, e mais uma vez eu não posso fugir. Pelo menos não agora, pelo menos eu posso sumir depois que acabar. E não acabar com tudo pra fugir, que nem eu fiz até agora. Destruí com o que tinha, tudo pra não ficar perto de você. Tudo pra não olhar nos seus olhos e perder a linha de pensamento. Tudo pra não olhar o seu sorriso e ficar com vontade de gritar: "te amo!". Tudo pra não saber se você tava sofrendo. Tudo pra fugir, FUGIR! Chega de lutar o "saikeufujo", 2 anos lutando çaporra! Precisamos conversar, só pra ver se eu consigo te encarar de frente, só pra ver o que acontece. Não, não, não vou pedir pra você voltar pra mim. Se alguém tem que fazer isso é você. Eu já corri demais atrás.

Hoje eu falo mais sussegadamente sobre você. Eu acho que se isso não é superar, eu estou muito perto. O que eu fico triste, é que mais uma vez eu tenho que desistir. O que eu fico triste, é que eu levo as coisas à sério demais. O que eu fico magoada, é que eu consigo uma coisa pra perder outra. O que eu fico triste é que tudo isto reflete no meu espelho que eu sou cheia de falhas. O que eu fico triste é pelo que passou, porque eu devia é olhar com saudosidade pelo que passou, e não com tanta saudade. A verdade é que eu reclamo demais, sou muito emo hehehe. Eu poderia estar aí, de boa, com tantas opções, só que eu escolho ficar sozinha, e, depois, reclamo de estar sozinha. Por isso que eu disse que eu complico! Não concorda?

Nhah! Eu vou dormir! Boa noite [ou bom dia!]

*=
PS: Se você sobreviveu até o final deste post, clique em "x pirações comentadas" e comente!

Sonhooo

Eu tinha casado com um cara, tipo o Lex Luthor. Mas eu gostava de outro cara que tinha uma história complicada.
Então o meu marido, começou a pirar que eu tinha traído ele e ficou tipo insuportável. Com medo eu fugi, me casei/juntei com outro e tive um filho.
Assim, o "Lex" mandou matar ou eu ou meu filho, e daí, eu morria pelo meu filho =S
Mas se n me engano, ele matava meu filho depois. E eu queria salvar os dois.

O sonho ficou repetindo. E eu: "ah! isso é um sonho.. não quero que termine assim!"
Às vezes mudava uma coisa ou outra, acho que na última vez que eu "repeti": eu fugi prum lugar BEEEEEEEEEEEEEEEEEM longe e ele não me encontrou.

Na primeira vez do sonho, eu meio q passava pela cidade onde ele morava, e ele descobriu e mandou me matar. Foi bem teeeeenso. Eu odeio ficar fugindo em sonhos =S

=*

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Renovação!

Dae! Gostou do novo modelo[feito e sugerido pelo Blogger!]?

Se não curtiu, problema seu! Vai ficar assim =P
hfudsafhdusafhdsufashfuahfua

Então! Só pra dizer que deu um pouco de trabalho, e eu não gostei muito do resultado. Mas vai ficar assim por enquanto. Essa era a surpresa que eu tinha falado anteriormente [Se alguém lembrar! Senão, é só olhar no blog e procurar, se você estiver com tempo!]

Andei lendo meus diários, que são por vezes chamados de agendas por mim, e ri bastante. PQP, como eu era tosca!^^
Mas também me bateu uma saudade de momentos que nunca mais se repetirão, não da mesma maneira! E então eu percebi, que tudo o que acontece agora, é pra eu ver que finalmente eu posso dizer que eu superei. E, estou escrevendo o final do último diário, que ainda tem folhas para serem preenchidas, com uma memória que já está bastante debilitada, pelo tempo que passou. Eu fugi demais disso, porque machucava demais lembrar. Hoje eu estou bem mais sussegada quanto à isso. E sinto que finalmente posso escrever essa parte tensa da minha vida.

Falando com a Elisa, irmã de um amigo meu, no msn, eiiis que surge o mais novo hino dos bêbados RPGístas:

"Isso é o q nos resta
Cair, beber e levantar!
Taverneiro, traz a cerveja
Logo antes que eu acabe
Bêbado outra vez
E quando eu cair, não me levante
Só espere eu acordar
Pra cair de novo"

Renovação! The wind of change! É disso que necessito! Então que venha!

=*

sábado, 10 de janeiro de 2009

Trabalho \o/

Enfim! Me juntei aos trabalhadores, que acordam cedo e movem este país de grandes belezas [como você, caro leitor(a)]

Estou há uma semana trabalhando e estou adorando. É legal! Eu me sinto útil! Fiz amigos! E ainda receberei pra isso! =D

Tipo, tuuuuuuuuuuuuuuuuuudo de bom! [98?]

Chato é acordar cedo, mas estar lá é bem melhor do que ficar em casa boiando e se estressando, lá gente ri, conta piada, carrega caixa, atende clientes ótimos com crianças e o contrário também, afinal, nem todo mundo é legal que nem estudante do Estadual! [rimou! hahaha]

Quem quiser saber mais 0800-99999999999999999999, mentira =P

Só perguntar!!!!!


Ah! Acho que eu tenho azar! Mas tudo bem! Se fosse fácil não teria graça! Embora, eu ainda fique feliz com o que eu tenho. Aleluia, eu feliz! =P

Depois de algumas milhões de milhares, bilhões de "emices" [ser emo], acho que finalmente eu encontrei algo que eu me realize, não é igual à facul, que eu só me ferro =/

Aliás, facul é um ponto importante a ser decidido. Nos calcanhares do começo do 4° [ui] ano, não sei ainda se é isso que eu quero, e se realmente vale a pena continuar. Não sei se tenho habilidade/ QI/ disponibilidade/ disciplina suficiente. Nhah!


Ah! Outra novidade! Hoje de madrugada fiz minhas primeiras poesias, com um ar renovado. Bem bonitas, sinceras e complicadas como sempre. Apesar de eu sempre achar que eu posso melhorá-las [depois de achá-las uma bosta!], coisa de poeta.

Voltei a ter vontade de cantar e de tocar teclado, na real eu sempre quis aprender piano.. hahaha.
Eu acho que canto mal e tenho vergonha de cantar sério: resquícios de uma timidez que se manifesta em coisas assim, e, às vezes aleatoriamente.

Estou com pouco tempo de escrever, e tenho ficado BEM menos tempo na frente do pc. Então isso explica o por quê de TUDO estar desatualizado! Preciso de fotos novas! Preciso de abraços! Preciso de telefonemas no meio da noite, no calor do meu quarto! Preciso sair pra beber! Preciso de festa medieval ou metal, sei lá. Preciso de você? ahfudshfuashfdsuafhuf Maybe!

Ahhhhh! To susse! Depois do temporal, vem o recomeço. Ninguém disse que era fácil. Difícil também não é, é só saber lidar. Acho que mesmo a história parecer que irá se repetir, ainda há esperança! Mas o importante é não desviar do caminho, se deixar levar pelo momento. Ahhhhhhh!!! E eu faço força! Como faço!!! Não faz sentido? Normal. Meu normal é ser anormal. =P

Tenha uma bom dia! Mais alguma coisa?

=*

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Trabalho

É amigos/leitores/você que tá de passagem!

Eu faço parte [desde semana passada] de um trabalho temporário.

Trabalho vendendo lista de materiais prum colégio particular. É "moh" legal lá! Tem muitos "smurfs". E quando não tem muita coisa pra fazer, a gente se diverte. =P

hfdiusafdshufdhafudhfuahaufad

;)

=*

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Vai entender!

Eu queria conseguir dizer tudo o que está guardado comigo. Mas eu não consigo, eu bloqueio, pois é tenso demais. Eu não quero que histórias se repitam.

Eu não consegui me sentir leve adicionando álcool, então, eu precisei ficar sozinha. Desabafar comigo mesmo, dar um tempo pra não pensar nas coisas que venho pensando demais, e que me tiram o sono.

Dormi, um sono regado à música boa e local agradável com mosquitos canibais [detalhes!]. Me recuperei.

=*