_______________________________________E se esvai no momento seguinte...

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Cap 16 - Outra cidade

A próxima cidade demorava mais de um dia para chegarmos então tínhamos que dormir no trem mesmo.

Certa hora da noite enquanto todos estavam dormindo eu sentei do seu lado mas ele não acordou, fiz carinho no rosto dele e ele abriu os olhos, quando eu percebi já estava beijando ele com muita vontade.

Até que ele me interrompeu e disse a frase que nunca sairia da minha cabeça: eu tenho uma noiva me esperando na próxima cidade.

Mais que rapidamente abandonei o banco ao seu lado e voltei para o meu, tratei de dormir e de evitar aqueles olhos verdes que possuíam a chama da vontade, me consumia, me atraia como se fosse a única coisa possível no mundo, eu deveria me unir a ele, podia sentir esta afirmação em cada osso do meu corpo, em cada fio de cabelo meu.

Quando acordamos ele disse que gostaria de continuar me vendo nesta próxima cidade, eu não respondi.

Chegando lá conheci o Timoteo, que me pediu para chamá-lo apenas de Tim. Ele levava meus recados para o Giuseppe e trazia as mensagens dele para mim. Foi um tempo bom, onde nos encontrávamos escondidos com a ajuda do Tim que vigiava os caminhos que levavam até o nosso esconderijo: o alto de uma montanha. Íamos para lá sempre a noite, o céu era quase sempre de um estrelado espetacular pois dava até para ver a Via Láctea. Eu me sentia cada vez mais apaixonada pelo Giuseppe, e a cada sorriso, cada olhar, cada contato era sublime e pela primeira vez eu me senti completa, cheia de amor por ele.

Nunca quis pressionar ele por causa de sua noiva mas o meu sonho mais secreto era viver junto dele sendo aceita na sociedade. Eu até cheguei a realmente considerar esta hipótese, mas isto foi antes de...

Nenhum comentário:

Postar um comentário