_______________________________________E se esvai no momento seguinte...

sexta-feira, 5 de junho de 2009

E então...

Pra mim ficar do seu lado sempre foi o mais importante, o que eu mais queria, o que eu mais desejava.

Sinto saudades do seu apoio, sinto saudades da sua presença.

Eu provavelmente devo ter sido realmente muito volúvel ao longo desses anos. Egoísta, eu diria. Eu te quis só pra mim. Como se você não tivesse vontades, como se você não tivesse a sua vida. Eu sempre fiquei tentando entender onde eu errei. E eu vi muitas coisas em que eu errei.

Eu realmente queria estar contigo agora. Mas eu vejo que tudo isso me fez bem, apesar do mal. Eu cresci, e aprendi muitas coisas. Eu realmente precisava de uma resposta.

Eu não consigo te esquecer, não dá. E te ignorar é muito doloroso para mim. Eu não gosto disso. Não gosto de ignorar ninguém porque eu odeio ser ignorada. Você sabe que este é o meu pior pesadelo.

Me sinto presa a você pois você é meu pior pesadelo. E, mesmo assim, continua fazendo parte dos meus devaneios. Eu gostaria de te esquecer, mesmo. Mas não consigo.

Eu nunca consegui entender o jeito que você gostava de mim. E eu sempre achei que gostava mais de você do que o contrário.

Hoje, eu olho para trás, e vejo um sonho. Você foi meu sonho. Minha vida. Eu queria você perto mais do que tudo. Eu quis te agradar com presentes, com carinhos, com tudo o que eu conhecia. Mas não te conheci. Sinto que eu não cheguei a te conhecer. Eu nem sabia que você queria continuar com a empresa dos seus pais e tudo o mais. Eu nunca perguntei à você seus planos para o futuro, por medo de não estar incluída neles.

Eu deixei de te ligar quando você reclamou, para ver se VOCÊ era capaz de tomar a iniciativa e de me ligar. Mas é claro que eu não ia dizer isso para você. Tinha que ser 100% sua iniciativa.

Eu queria tanto que as coisas fossem diferentes. Que tudo tivesse sido mais belo, que eu conseguisse te compreender. Que você se abrisse mais comigo. Antes a gente falava tudo um para o outro. E depois quando ficamos, parece que esse link se quebrou. Quando, na verdade, deveria se multiplicar. Eu acho que não consegui atender às suas necessidades, e por isso que foi acabando. Até que chegou o ponto que eu mesma não conseguia me sentir feliz ao seu lado. Era rotina. Eu sinto muito que isso não tenha mais jeito. Se eu tivesse a solução antes, mas eu não tinha. Eu não era o que eu sou hoje.

Eu me condeno por gostar de você. Você já deixou bem claro que não me quer por perto. E no entanto, o que eu mais quero/ia é se aproximar de você de novo.
Eu preciso desse feedback, do seu toque, da sua atenção.

=*

Nenhum comentário:

Postar um comentário