_______________________________________E se esvai no momento seguinte...

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Muitas decisões...

Então...
A tempestade passa. Sua casa está lá, derrubada, arruinada. Você achou que aquele pesadelo todo iria se tornar seu futuro por muito tempo, e, no entanto, ela se foi antes que você pudesse dar fim naquilo que você tem de mais precioso.

Estrago feito, e você se vê desabrigado, desamparado, como se o chão tivesse se aberto ao seus pés, e você estivesse caindo rumo ao interior magmático da Terra.

Chega o Sol, as pessoas que também tiveram suas casas arruinadas. Não, você não precisa mudar de lugar onde mora por causa de uma tempestade. Mas você não quer mais aquele lugar que tanto te fez sofrer. Até que as pessoas que estavam apenas ouvindo seu lamento, olham pra você e dizem: "Iremos te ajudar a reconstruir". Então você agradece a Deus, os bens adquiridos que você perdeu não eram nada, tudo o que você conseguira até ali, ainda estava com você de alguma maneira, mas o mais importante, você tinha com quem contar.

Assim que eu desisti de desistir do meu curso na faculdade.
A vida continua.
No final a resposta estava na cara e eu não vi:
"
É uma graduação que eu simplesmente só terminaria."
Acho que eu aprendo a gostar das áreas de trabalho.
Mas isso não quer dizer que não irei tentar vestibular no final do ano.

E eu queria estar com uma certa pessoa. Grudada. Olhando pra ela. Beijando ela. Fazendo coisas com conteúdo 18+ que crianças insistem em fazer também. Não sei pra que!
Eu gostava tanto de brincar. =/

Criança interior implorando pra brincar de novo... hahahhaha
Eu quero você, só você: agora, amanhã, depois, toda hora...

Grudenta pra caralho! Aliás... pra porra... Hohohohoho

=*

Nenhum comentário:

Postar um comentário