_______________________________________E se esvai no momento seguinte...

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Ééééé!

Tenho que estudar como nunca.

Eu só queria que fosse diferente.
Só queria que eu tivesse chance.
Maaaaaaaaas, não sei se tenho.
Então fuck it.
Vou fazer o que eu tenho que fazer.

Eu sempre quis agradar a todo mundo que eu gosto. E esse é o meu maior defeito. Acabo fazendo as coisas pros outros, quando eu simplesmente devia estar fazendo por mim.
É por isso que eu fico tão de cara comigo mesmo. Eu apenas queria agradar uma pessoa que até presta a atenção nisso, senão eu nem teria feito nada, mas que só vai perceber no século que vem que eu fiz isto pra ela e por ela. Porque eu queria desesperadamente atenção e carinho. E ganhei o quê?
Éééééé, eu já deveria saber disso. E não esperar nada de ninguém, nenhuma reciprocidade. Porque quando a pessoa perceber, já será tarde. Eu já terei ido embora, sem nenhuma esperança. Quando a pessoa perceber eu já estarei longe.
Eu não vou ficar correndo atrás de quem não me quer.
Não vou usar de sedução, nem vou chegar agarrando. Não posso fazer isso.
Uma pessoa tem que estar comigo de livre e espontânea vontade.
Simples assim.


Respondendo o comentário do Dani, no post passado: Texto de adolescentes? Bom, é assim que estou me sentindo de certa maneira. Uma adolescente que precisa fazer coisas que nem sabe se quer mais, que gostaria que fosse diferente e muito melhor a vida. Uma adolescente com suas desilusões amorosas, e só. Eu faria milhões de poesias sobre isso, músicas, textos. Parece que a fonte secou de alguma maneira, mas é apenas mais um "down" criativo, passa.


Até algum outro dia!
Aguardem notícias. Ou não, você que escolhe!
=*

Nenhum comentário:

Postar um comentário